Páginas

quarta-feira, 2 de março de 2011

Ser adulto, Capote

"Mas agora", disse ela, como quem volta ao que interessa, "me diga o que você espera da vida. Além da fama e da fortuna - que são o óbvio. " Eu respondi: "Não sei o que espero. Sei o que eu gostaria. Eu gostaria de ser adulto."

As pálpebras pintadas de Colette ergueram-se e caíram como asas vagarosas de uma enorme águia azul. "Mas isso" disse ela "é justamente o que nenhum de nós vai ser um dia: adulto. Você quer dizer um espírito trajando nada mais do que um saco de cinzas e de sabedoria? Livre de toda malícia - de toda a maldade a ganância e a culpa? Impossível. Voltaire, até mesmo Voltaire tinha uma criança dentro dele, uma criança ciumenta e irritada, um garotinho imundo que passava o tempo inteiro cheirando os dedos. Voltaire arrastou esse menino ao túmulo, e nós vamos fazer a mesma coisa. O papa na sacada... pensando num rostinho bonito da Guarda Suíça. E o juiz inglês de peruca elegante, no que pensa ao mandar um homem para a forca? Na justiça e na eternidade e em sentimentos adultos? Ou será que estaria pensando em como se eleger no Jockey Club? Claro, os homens têm grandes momentos adultos, momentos nobres que ocorrem de vez em quando, e dentro de todos eles é claro que a morte é o mais importante. A morte sem dúvida põe o garotinho imundo a correr e deixa o que restou de nós como um simples objeto sem vida, mas puro, como a Rosa Branca. Tome" - ela me alcançou o cristal florido -, "ponha no seu bolso. Guarde-o como um lembrete de que ser durável e perfeito, ser adulto de verdade é ser um objeto, um altar, uma figura no vitral: algo a ser celebrado. Mas sério, é muito melhor espirrar e se sentir humano"


Truman Capote/ Súplicas atendidas

6 comentários:

  1. Você vai me fazer ler Capote. Logo!

    ResponderExcluir
  2. Mais uma alma será salva!

    ResponderExcluir
  3. Tinha esse livro aqui, na loteria, edição de bolso e baratinho da LP&M. Fui lá conferir e...venderam-no. Numa cidade de 20 mil habitantes! Será que alguém aqui andou lendo seu blog?

    ResponderExcluir
  4. Pra falar a verdade, nem a tua cidade aparece no Analytics. Suponho que as visitas atribuídas a Ceres sejam as tuas.

    Não lamente muito, Charlles. É uma obra inconclusa, um pretencioso romante que seria o novo Em busca do tempo perdido. Capote escreve 3 capítulos mostrando o lado podre da high society; isso faz com que ele caia no ostracismo. Capote se afunda no alcool e nas drogas e nunca mais escreve mais nada. O primeiro capítulo, de onde tirei esse trecho, é uma delícia. Os outros têm gosto de fofoca de gente que não conhecemos.

    ResponderExcluir
  5. Digo o mesmo que a Nikelen. Vou esperar ela comprar...

    ResponderExcluir
  6. Pô, revelação esse negócio de Ceres. Ceres fica a 90 km daqui. Hahahaha, Itapuranga não existe, eu sempre suspeitei disso. Que bom! Nda melhor que a invisibilidade.

    Eu tinha lido esses detalhes sobre Súplicas Atendidas, do quanto Capote se indispôs com os artistas hollywoodianos e escritores do high society apenas com a promessa de que contaria tudo. Tem um conto do Veríssimo Filho em que essa trama se encaixa, acho que se chama "Eu sei de tudo", ou algo parecido.

    Mas se quer lêr um livro bom pra valer do Capote, editado e disponível pelos preços módicos da L&PM, leia Os cães ladram. Delicioso! Tem um capítulo revelador que trata da filmagem de A Sangue Frio.

    ResponderExcluir

Desande aqui

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.